quarta-feira, 16 de dezembro de 2009


Contente-se. Você terá que dar um rumo à sua vida. É sua vida, menina!
Menina dos grandes olhos, de rosto sonhador de maravilhas, de pensamento de nuvem. Agora és tu, somente tu. Ninguém poderá ajudar-te. Entenda, doce menina, que por enquanto sofres, choras, mas que em algum momento sorrirás. Acredite! Você verá o quão bela pode ser a vida. Sentirás tudo o que sonhas sentir, farás tudo o que desejas fazer e servirás ao mundo como tanto queres. Talvez haja, sim, uma ajuda. Acalma-te, pois ela virá do céu. O céu que é o teu limite. Voar. Ser leve. Deixa tuas preocupações tão brandas e aninha-te em teu ser. Procura forças em tudo. E trabalhes. Seja dona do teu destino. Faça-o. É teu o poder de seguí-lo.

(21/08/08)

Nenhum comentário: