terça-feira, 30 de março de 2010

Outono


*Efêmero adj.Transitório, passageiro.*

Em literatura fala-se muito em efemeridade, particularmente gosto muito da palavra.Essa ideia de que tudo passa, cada fase(boa ou ruim) é transitória, que vivemos e devemos viver com essa visão de que estamos em constante mudança. A própria vida é passageira e temos que viver intensos dias sempre! A verdade é que o passar da vida deve nos trazer a consciência de fazermos o melhor sempre, fazer o bem em todos os dias da vida, sermos felizes para vermos a felicidade dos outros em nossas mãos e em seus sorrisos.

segunda-feira, 29 de março de 2010

Outono


"Deve-se escrever da mesma forma que as lavadeiras de lá de Alagoas fazem seu ofício. Elas começam com uma primeira lavada, molham a roupa suja na beira da lagoa ou do riacho, torcem o pano, molham-no novamente, voltam a torcer. Colocam o anil, ensaboam e torcem uma, duas vezes. Depois enxáguam, dão mais uma molhada, agora jogando a água com a mão. Batem o pano na laje ou na pedra limpa, e dão mais uma torcida e mais outra, torcem até não pingar do pano uma só gota. Somente depois de feito tudo isso é que elas dependuram a roupa lavada na corda ou no varal, para secar. Pois quem se mete a escrever devia fazer a mesma coisa. A palavra não foi feita para enfeitar, brilhar como ouro falso; a palavra foi feita para dizer."

Graciliano Ramos(1948)

terça-feira, 23 de março de 2010

Outono


Como é bom ver o sol nascer de novo, formando aquele reflexo maravilhoso nas águas desse mar tão bonito daqui. Caminhar pensando na vida com aquelas ondas que vão e vêm querendo lavar tudo. Não há nada melhor pra se começar o dia, livrar os pensamentos de tudo que há de ruim e acalmar o coração deixando Deus tirar dele todos os maus sentimentos.
*"Posso, tudo posso naquele que me fortalece, nada e ninguém no mundo vão me fazer desistir(...) Vou perseguir tudo aquilo que Deus já escolheu pra mim, vou persistir e mesmo nas marcas daquela dor, do que ficou, vou me lembrar... realizar o sonho mais lindo que Deus sonhou..." ♪

segunda-feira, 22 de março de 2010

Outono


As folhas tão começando a cair no Hemisfério Norte. E outras folhinhas vão crescer. É sempre bom ter essa chance de substituir as folhas da nossa vida, de renascer, mudar, ter uma segunda chance de fazer diferente. Mais uma estação passou e parece que esse filme da minha vida não vai sair do "pause". Mas não importa. Começar de novo faz parte. Correr contra o tempo pra fazer o destino andar faz parte. Tentar ser Feliz faz parte. Viver é toda a parte! Quero aprender sempre mais, sentir sempre mais, descobrir mais. Quero estar aqui pra ver meus sonhos decolarem, quero que os Meus se orgulhem de mim, que a minha vida seja tudo pra muitas pessoas e que eu veja nos olhos dos outros o carinho e o reconhecimento de um dever cumprido. Quero que chegue o dia em que eu farei todos ao meu redor felizes, o dia que vou fazer esse mundo um pouquinho melhor, porque eu sou daquelas pessoas que tem o sonho(utópico) de mudar o mundo. É mesmo utopia acreditar que uma pessoa pode mudar essas relações tão contraditórias que regem o nosso planeta, mas é preciso tentar. E por fim, o que eu mais quero é que meus ideais e sonhos de hoje não se esvaiam com o tempo, que por mais que demore pra vida me dar condições de lutar, eu consiga fazer o que meu coração arde de vontade de realizar: esses meus sonhos que são tão bonitos! ;)

terça-feira, 16 de março de 2010

Verão


"Os olhos da gente não têm fim." (Guimarães Rosa)

terça-feira, 2 de março de 2010

Verão


Recordo ainda...

Recordo ainda... E nada mais me importa...
Aqueles dias de uma luz tão mansa
Que me deixavam, sempre de lembrança,
Algum brinquedo novo à minha porta...

Mas veio um vento de Desesperança
Soprando cinzas pela noite morta!
E eu pendurei na galharia torta
Todos os meus brinquedos de criança...

Estrada afora após segui... Mas aí,
Embora idade e senso eu aparente,
Não vos iluda o velho que aqui vai:

Eu quero meus brinquedos novamente!
Sou um pobre menino...acreditai...
Que envelheceu, um dia, de repente!...


Mário Quintana