domingo, 20 de fevereiro de 2011

Verão

Como é que pode?




  É, parece que as coisas por mais estranhas que sejam, vêm a mim de toda forma, para eu não cair. O outono está pra chegar e o sol do verão me deixa na mão... Como é que pode eu ter tanta esperança assim, como eu acredito tanto em coisas lindas que virão, se eu não sei nada sobre o futuro? Ninguém pode me responder. A única coisa de que tenho certeza é que as coisas caminham em seu rumo certo, se eu vou saber esperar ou lidar com isso é problema meu, mas o destino está lá. Porque eu teria que passar por essas coisas ou conhecer essas pessoas, porque não outras? Por que não outra cidade, outro país, outra realidade? A verdade é que se estou aqui é porque aqui devo estar! Esperando, aprendendo, confiando... Eu estou aqui porque é aqui que eu busco a vida, é onde estão essas pessoas que por algum motivo tiveram que vir  a mim, que são minhas, que têm que ser. A próxima lua vem aí, ela sabe o que fazer por mim...

Nenhum comentário: