sábado, 2 de julho de 2011

Inverno

  Quando outro "João" aparecer, não sei como estarão as estações da minha mente sem sentido. Eu, realmente, não acordei de um sonho, estive a ponto de esquecê-lo, mas é incrível como ele se volta mais bonito e maravilhoso, só para me fazer acreditar mais uma vez.
  Enquanto caminham, lado a lado, meus passado, presente e futuro se entrelaçam naquela linha temporal que teima em desalinhar. Quando descobri que não havia tempo, decidi encontrar no tempo as respostas de que precisava. E é surpreendente como as coisas acontecem e me chegam para objetivos maiores. Porque mesmo com os tropeços, optar pela vida e pelo melhor sentido da mesma é o que move um coração desencantado.
  Assim pensando em tudo o que virá, o que passou, o que passa, vejo que encantador mesmo é esperar, é essa esperança que move a todos por um futuro brilhante, bonito, melhor. O encantamento se dá pela beleza de uma espera, pelo trabalho que se faz esperando, esperando os acontecimentos dessa vida que teima em nos fazer surpresas, em nos mostrar um céu azul, azul até demais, nas canções tão incríveis, na literatura tão bela, na fé tão intensa e duradoura. Eu estou, sim, em busca daquele futuro, e eu o encontro a cada passo que consigo dar.

Larissa T.

Nenhum comentário: