sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Inverno

   Pensar levou o homem a deixar de lado o seu primitivismo e entender que quanto mais a população aumentava, mais se precisava de um modo justo de tornar a sociedade formada, muitos anos antes, mais igualitária.
   Alguns pensadores dedicaram algo de sua filosofia para a política e com ela abriram o pensar filosófico para a questão da melhor forma de governo; a interação da política com a filosofia na Grécia Antiga guiou os rumos da democracia ateniense.
   Apesar de ser aceita como a melhor forma de governo do nosso tempo, a democracia não foi o ideal na concepção de Aristóteles. Para o filósofo grego, do qual veio a obra "Política", o ideal de governo seria a Politheia(governo de todos para todos), pois na democracia uns poucos oprimem outros.
   O certo é que a filosofia foi crucial para os debates acerca dessa forma de organizar o Estado e também para o seu funcionamento em Atenas. Hoje, ela não usa mais o recurso do pensar e está longe da igualdade entre as classes. O processo democrático expressa exatamente as falhas que Aristóteles citou, com o agravante de que na nossa democracia os que têm o poder estão longe do ideal grego.

Larissa T.

Nenhum comentário: