domingo, 11 de março de 2012

(i)Mundo

   De tudo que eu podia desejar de mais bonito a todas as pessoas, hoje vejo que o máximo que posso desejar elas é que encontrem, verdadeiramente, com esse Deus que comigo está.
   O mais lindo que me acontece é sentir, todos os dias, o doce amor de Deus. E isso se manifesta quando percebo a minha vontade de propagá-lo, de fazer com que todos o sintam.
   Temo pelas pessoas deste mundo, temo por suas mentes instáveis e pela falta de humanidade, de generosidade que tanto imperam. Tenho pena desses que, ou não creem em Deus, ou usam a fé para propagar uma falsa moral perante a sociedade. Não entendo como tantos podem ter essa oportunidade única de viver no amor de Cristo e deixam passar, e cegam seus olhos para as coisas de Deus...
   O mundo é tão cruel que obriga seus habitantes a coisas extremas, e estes, sem Deus, não conseguem se desgarrar dessa falsa felicidade imposta. A busca por coisas falsas e irrisórias, por sentimentos distorcidos, fazem deste mundo a loucura que se mostra.

Larissa T.